PREPARANDO PARA VENCER AS TENTAÇÕES

 

Porque, naquilo que ele mesmo, sendo tentado, padeceu, pode socorrer aos que são tentados. Hebreus 2.18

Inúmeras tentações chegam a qualquer momento, das mais diversas formas e intensidades; que se torna motivo de queda para o cristão.

 

1 - O que é tentação?

É uma disposição de ânimo para prática de coisas diferentes ou censuráveis. É um desejo impetuoso, forte, arrojado e vigoroso.

 

  • -De onde vem a tentação?

A tentação pertence à esfera humana. Tiago 1.13. Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal e a ninguém tenta.

Porque Deus permite tentações e provações na vida dos seus servos? Tiago 1.14,15. Depois, havendo a concupiscência concebida dá a luz o pecado; e o pecado sendo consumado, gera a morte. Obs. Marcos 7.18-23

 

  • -A tentação não é pecado.

A tentação em si não é pecado, é uma predisposição para o pecado, quando concebida, então dá a luz o pecado, este consumado, gera a morte.

 

1.3 -Ninguém é tentado acima do seu limite. 1º Coríntios 10.13.

Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não deixará tentar acima do que podeis; antes, com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.

 

  •  -As estratégias do inimigo.

Ele pode fazer uso de uma serpente, como aconteceu no Éden. Gênesis 3.1 e 2º Coríntios 11.14. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz.

 

2.1 -Ele procura os desatentos e despreparados. Mateus 26.41

Quando o crente está numa boa. Vigiai e orai, para que não entreis em tentação.

 

2.2 -O inimigo escolhe o lugar propício para tentar.

Quando o crente está na solidão. Jesus foi tentado no deserto. Fragilizado, com o sistema psicológico abalado. Você já ouviu o jovem dizer: assim não pego ninguém; nem mosca. É nesta hora que o inimigo prepara a bandeja.

 

2.3 -Através da observação ele usa o momento de fragilidade.

Após quarenta dias e quarenta noites de jejum, Jesus estava enfraquecido na natureza humana.

 

3 -Três pontos da fraqueza do homem.

A) O desejo da carne.

Momento de fragilidade. Jesus naquele momento teve fome. Mateus 4.2

 

B)Fragilidade psicológica, solidão.

São estes momentos que nos sentimos tão só e que o inimigo aproveita para colocar ao nosso lado pessoas ou nos envolver em situações, para nos desestruturar diante de Deus.

 

C) A soberba da vida.

A sede do poder, o desejo de receber louvores e honras, tem levado muitos ao fracasso. Vontade de ir aos lugares mais altos. Satanás levou Jesus para o pináculo do templo, 70 metros de altura.

 

3.1 -Fugir da tentação, mas não fugir do inimigo.

Se alguém demonstrar medo ao inimigo, pode se considerar derrotado. Tiago 4.7. Sujeitai-vos, pois, a Deus; resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.

A bíblia manda fugir da tentação e não enfrentar (1º Coríntios 6.18a. Fugi da prostituição). (2º Timóteo 2.22a: Foge, também, dos desejos da mocidade). Sabe por quê? Porque a carne é fraca. Mateus 26.41.

 

3.2 -A vigilância e a oração são imprescindíveis na vida cristã.

Vigiai e orai para que não entreis em tentação. Na verdade o espírito está pronto, mas a carne é fraca.

Jesus oferece autoridade para repreender o adversário. Lucas 10.19. Eis que vos dou poder para pisar serpentes, e escorpiões, e toda a força do inimigo.

 

Pr. Laniminer Jardim

 

Todos os direitos reservados a Igreja Assembleia de Deus em Itacibá